Weby shortcut
Marca da EA  - Escola de Agronomia
Marca da Universidade Federal de Goiás
 logo-cursos.png

Histórico

Atualizado em 19/11/14 09:40.

A Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos

A Universidade Federal de Goiás (UFG) foi criada na década de 1960 quando, então, se intensificou a discussão a respeito da criação de uma Escola Superior de Agropecuária, no Estado de Goiás. Isso culminou com a transferência para a UFG do acervo de bens da Escola Agrotécnica de Goiás, por Decreto Presidencial, de 24 de outubro de 1962. No dia 30 de janeiro de 1963, o Conselho Universitário da UFG autorizou o funcionamento dos cursos de Agronomia e Veterinária, em caráter excepcional. No dia 14 de outubro de 1966, pela Lei nº 5.139, finalmente, foi criada a Escola de Agronomia e Veterinária, tendo o seu reconhecimento ocorrido em 12 de fevereiro de 1969, pelo Decreto nº 64.101. Os cursos de Agronomia e Veterinária funcionaram nesta unidade acadêmica até 29 de dezembro de 1981, quando ocorreu o desdobramento em Escola de Agronomia e Escola de Veterinária, conforme Portaria nº 714, do Ministério da Educação e Cultura, e Parecer nº 655, do Conselho Federal de Educação.

A partir de 1999, a UFG passou a oferecer, através da Escola de Agronomia, o curso de Engenharia de Alimentos, que foi aprovado em 18 de setembro de 1998, pelo Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura – CEPEC/UFG. Desde então, esta unidade passou a ser denominada de Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos (EA-UFG) A primeira turma de Engenharia de Alimentos graduou, em 2003, 34 profissionais. A partir de 2005 a EA-UFG passou a abrigar outros três cursos de graduação: Ciências Econômicas, Ciências Contábeis e Administração, os quais são oferecidos no período noturno. Assim, nestes 43 anos desde à sua fundação, a EA-UFG tem prestado relevantes serviços à sociedade, com a formação de mais de 2.200 engenheiros agrônomos, além de outras contribuições significativas em pesquisa e extensão. Um exemplo disso é o seu periódico científico, Pesquisa Agropecuária Tropical (http://www.revistas.ufg.br/index.php/pat), que vem sendo publicado desde 1971.

No âmbito da pós-graduação, a história da EA-UFG inicia-se com a criação do curso de Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas, em 1985, o qual, em 1993, deu origem ao primeiro doutorado da região Centro-Oeste. Atualmente o Programa de Pós-graduação em Agronomia conta com três áreas de concentração, Genética e Melhoramento de Plantas, Produção Vegetal e Solo e Água, todas com os níveis de mestrado e doutorado. Até o momento foram defendidas mais de 150 dissertações e teses, sendo que, atualmente, mais 120 trabalhos dessa natureza estão sendo desenvolvidos. A partir de 2004, em parceria com outras unidades acadêmicas da UFG, a EA-UFG passou a oferecer também os cursos de mestrado em Agronegócio e em Ciência de Alimentos.

Em relação à pesquisa, várias linhas vêm sendo desenvolvidas nos seus diversos setores: irrigação em frutíferas, climatologia agrícola, desenvolvimento de equipamentos para pulverização, tecnologia para pequena propriedade – mecanização, manejo integrado de moscas das frutas, manejo integrado de cupins, manejo integrado de nematóide do cisto da soja, sistema integrado de diagnose e recomendações para soja e milho em Goiás – DRIS, nutrição de frutíferas, pesquisa em plantas medicinais, produção e utilização de complementos alimentares alternativos, genética e melhoramento de plantas (milho, soja, arroz e cana-de-açúcar), domesticação de plantas nativas dos cerrados, recuperação de áreas degradadas e processamento de frutas de cerrado.

No que tange à extensão universitária, a EA-UFG oferece cursos de curta duração, orientações técnicas e promoção de palestras para produtores rurais, análises laboratoriais, a feira anual de agronegócios (Agro Centro-Oeste), entre outras atividades oferecidas conforme a demanda regional.

Listar Todas Voltar